[Série Análise de imagens] Uma introdução ao fMRI

08 August 2018

Uma introdução ao fMRI

Vamos começar pelo que é uma Ressonância Magnética?

É um dos exames de imagem mais modernos que existem atualmente, de simples obtenção, não-invasivo, o exame é hoje uma das principais ferramentas para identificação de doenças no meio clínico, mas também por meio desse temos a possibilidade de estudar os órgãos do corpo humano através de imagens de alta definição.

As imagens são obtidas através de campo magnético forte que é gerando por uma bobina magnética(um grande imã), que tem a capacidade de intereção com os protons de Hidrogênio, dado ao seu forte campo magnético. O Hidrogênio é escolhido para essa função por ser um dos elementos mais abundantes no corpo humano, e também dado a simplicidade do seu núcleo,é possível obter as imagens em 3D e com excelente definição após a aplicação de uma onda de radiofrequência, que após atravessar o tecido é modificado, e o sinal coletado, seja por uma bobina ou uma antena, é convertido nessas imagens.

Mas e então o que é fMRI?

Através da Ressonância Magnética funcional, podemos estudar a atividade da função encefálica, para tal, várias imagens são tomadas em um intervalo de tempo. Usando programas estatisticos podemos avaliar o sinal do BOLD (blood oxygen level dependent), ou seja, nível de depedência de oxigênio sanguíneo, quando há um aumento da atividade neuronal em uma determinada região do encéfalo, há uma maior necessidade de irrigação sanguínea, consequentemente, dependência de oxigênio. A modificação no campo é dada pela diferença entre a oxigenação e desoxigenação.

Como o sinal é muito rápido, as imagens funcionais não tem uma resolução tão alta, e para corrigir isso são sobrepostos com as imagens anatômicas.

Bibliografia

Mazzola, Alessandro A. Ressonância magnética: princípios de formação da imagem e aplicações em imagem funcional.Revista Brasileira de Física Médica. 2009;3(1):117-29.

https://miykael.github.io/nipype-beginner-s-guide/neuroimaging.html

Eloyan, Any et.al. Analytic Programming with fMRI Data: A Quick-Start Guide for Statisticians Using R.